Edição número 33

Ano 9 - número 35

Outubro - Dezembro 2016

Este artigo examina o efeito negativo do corporativismo no Brasil. As corporações se tornaram uma espécie de praga no país. É forte sua capacidade de mobilizar apoio a seus interesses e de influenciar políticas públicas em seu favor. Os servidores públicos conseguem aprovar salários, aposentadorias e outros benefícios muito superiores aos prevalecentes no setor privado.... Leia o artigo

Continue lendo a apresentação desta edição

Artigos desta edição

Paulo Delgado

PT: O Tratamento Errado Do Erro

I Não é a primeira vez na história da esquerda que a origem e o crescimento da crise de seus partidos estão no tratamento errado do erro. Quem não reconhece o erro não vive a dificuldade moral da sua atitude e se condena a repeti-la. Porque erro não se melhora. Erro, para que a vida… Leia o artigo

Tarso Genro

O PT Perante Uma Solução Prática e Um Enigma Teórico

De lá para cá, aquelas duas experiências de mudança, que impactaram o século passado e guiaram as lutas proletárias sucumbiram. A social democracia pendeu para o liberalismo econômico,  sem deixar de ser politicamente  democrática; e o comunismo histórico – como o designava Bobbio – nos países que estavam sob seu domínio, foi destituído por “revoluções… Leia o artigo

Arnaldo Madeira

PSDB: Problemas Que Afligem a Legenda

Entrevista de Arnaldo Madeira à Folha de S.Paulo Os editores da Interesse Nacional optaram por reproduzir a entrevista concedida à Folha de S.Paulo pelo ex-deputado federal pelo PSDB, Arnaldo Madeira, porque mostra de forma sintética e direta os diversos aspectos dos dilemas de um partido. As dificuldades de articulação interna para a escolha do candidato à Prefeitura de… Leia o artigo

Jarbas Vasconcelos

PMDB: Da Resistência Democrática ao Fisiologismo

O partido que veio a se tornar o PMDB nasceu para ser a oposição consentida ao governo militar e, no curso do processo, tornou-se uma grande avenida por onde trafegaram grupos de diferentes tendências no enfrentamento ao arbítrio. Como toda ditadura, a brasileira torturou e fez desaparecer inúmeros oposicionistas, até mesmo do campo parlamentar, como… Leia o artigo

José Aníbal

O Brasil Entre Parênteses

A chegada de 2016 instiga a refletir sobre a trajetória de continuidade da política econômica do segundo governo da presidente Dilma (2015 – 2018). Estaria mais para uma espécie de governo “à la” E. Dutra (1946 – 1951), que antecederia uma nova volta de Lula (como no caso de G. Vargas nas eleições de 1950);… Leia o artigo

Alberto Almeida

Dilma, o Dedazo de Lula e a Reforma Política

Odedazo vem da política mexicana e tem a ver com a escolha do candidato a presidente do Partido Revolucionário Institucional, o antes todo poderoso PRI. O dedazo ocorre quando o presidente indica o candidato do partido à eleição presidencial. Trata-se de uma escolha que não passa por eleições internas ou sequer por discussões públicas. É… Leia o artigo