Em Destaque

O Estado de São Paulo
24 de janeiro de 2017

O Brasil num mundo em transformação

O que queremos nas nossas relações externas deveria estar na agenda dos candidatos em 2018 O sistema internacional – político econômico e comercial – está em acelerada transformação como consequência das mudanças que ocorreram desde o desaparecimento da União Soviética, em 1989, e o fim do mundo bipolar existente durante a guerra fria. A ordem… Leia o artigo

O Estado de São Paulo
27 de dezembro de 2016

Fim da União Soviética

Na segunda-feira, 26 de dezembro, a dissolução da União Soviética completou 25 anos. Resolução do Soviet Supremo reconheceu a independência das antigas repúblicas soviéticas e criou a Comunidade de Estados Independentes (CEI). Mikhail Gorbachev, o oitavo e último líder da União Soviética, havia renunciado na véspera, declarando seu cargo extinto e passando o poder para… Leia o artigo

O Estado de São Paulo
22 de novembro de 2016

Donald Trump, presidente

Para ampliar nossas relações econômicas e comerciais, teremos de pôr a casa em ordem. Donald Trump não é político e jamais ocupou nenhum cargo público. Um estranho no ninho tornado candidato, um outsider, venceu nas primárias 16 oponentes, políticos experientes, governadores e congressistas. Fazendo questão de não ser politicamente correto e criticando duramente o sistema… Leia o artigo

O Estado de São Paulo
11 de outubro de 2016

O REINO UNIDO E A EUROPA

O mundo acompanha o início de um complexo processo de negociação em que o Reino Unido vai se desvincular da União Europeia, conforme decidido pelo povo britânico no referendo de junho  passado. A história mostra que, a rigor, o Reino Unido nunca fez efetivamente parte da Europa.  O espírito comunitário de Jean Monet não foi absorvido nem… Leia o artigo

O Estado de São Paulo
12 de julho de 2016

A ERA DA INCERTEZA II

Os ingredientes para uma radicalização do eleitorado estão hoje presentes na França A França passa por uma situação de extrema complexidade dentro do contexto europeu. A crise econômica e social se agrava, as empresas perdem competitividade, comparadas às suas congêneres alemãs e inglesas, e a taxa de desemprego atinge 10% da população, uma das mais… Leia o artigo

O Estado de São Paulo
10 de janeiro de 2017

Síndrome do pessimismo

A gestão atual já realizou o que as anteriores não tiveram disposição ou força política para tentar A interação das crises econômica, política e ética está deixando marcas profundas na sociedade brasileira. Manifestações violentas, individuais ou coletivas, contra pessoas ou o Estado, tornaram-se rotina. O mau humor instalou-se de forma permanente, consequência da insegurança, do… Leia o artigo

O Estado de São Paulo
16 de dezembro de 2016

Agenda para um Brasil moderno

Debate pretende evidenciar como as reformas podem afetar as pessoas e empresas A sociedade civil desde 2013 tem-se manifestado por mudanças profundas no modo de operar da classe política. Nos últimos meses, em consequência da sobreposição das crises econômica, política e ética, a situação se agravou. A crise política desaguou no impeachment da presidente da… Leia o artigo

O Estado de São Paulo
25 de outubro de 2016

Base militar russa na Venezuela

É inaceitável haver em nosso entorno de paz e cooperação bases de potência extrarregional   O presidente russo, Vladimir Putin, não esconde a intenção de restaurar a força e a influência de seu país, em declínio com o desaparecimento da União Soviética, para recuperar o status de potência grande e respeitada. A atitude mais agressiva e mais… Leia o artigo

O Estado de São Paulo
13 de setembro de 2016

BALANÇO DA POLÍTICA EXTERNA DO GOVERNO DILMA.

Para que a opinião pública saiba a extensão da crise em que o Brasil se encontra após treze anos de governos do PT, cabe fazer um balanço em outras  áreas, como está sendo feito na economia, A política externa foi um dos pontos mais vulneráveis do governo Dilma, pelos erros e equívocos que se repetiram e… Leia o artigo

O Estado de São Paulo
28 de junho de 2016

A ERA DA INCERTEZA

O Reino Unido nunca se engajou plenamente na União Europeia (UE), pois sempre se orgulhou de ser uma ilha isolada do continente europeu. Desde o início do processo de integração regional, a sociedade e os partidos políticos se dividiram. Apesar das muitas vantagens em participar do bloco, pesava o apreço pela independência, pelas próprias peculiaridades… Leia o artigo